ABRASOL - Agência Brasileira de Aprendizagem e Soluções

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Rosenilda Rocha Moura - sophye Baginski - A fraude dos cartórios de RGI . Vamos mudar a Lei.Temos o poder.




Nós somos povo. Precisamos ter noção de nosso poder. Queremos o melhor para nós e nossos amigos, familiares etc, e esquecemos de cobrar dos nossos governantes, de quem colocamos lá, de quem diplomamos. Quero alertar que temos o poder. Assuntos diversos, O Caso da Posse para quem está na terra e a queda do poder dos Cartórios de RGI, do Brasil inteiro. Gente Precisamos cobrar de nossos governantes isso. Precisamos derrubar o poder paralelo dos cartorios de registro de Imóveisc,ujo os critérios são ultrapassados. Temos empresas todas envolvidas em escandalos de bilhões por terem feito capital com furto e roubo de terras de pessoas humildes que herdaram por razão de terem trabalhado uma vida inteira em sítios e fazendas e com o crescimento das cidades tais empresas se fizeram proprietárias com o poder de advogados e prestadores de serviços corruptos levando propinas aos cartórios de RGI e assim dando-se como donos. Vamos refletir quanto a isso, pessoas queridas do meu blog. Desejo feliz 2015 com capacidade de refletir para melhorarmos nossa qualidade de vida. Temos o poder, façamos uso disso.  

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Bosque Oscar Guimarães - Vargem Pequena - DEFESA pela Agente Ambiental - Rosenilda Rocha Moura


EXMO SENHOR DOUTOR PROMOTOR DE JUSTIÇA DA 17a VARA CIVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA COMARCA DA CAPITAL DO RIO DE JANEIRO- SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO - MINISTERIO PUBLICO RJ-TUTELA COLETIVA - ALERJ-ONU-RESIDENCE E SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS GOV FEDERAL.
Processo : 04.75.776-50-2011-8-19-0001

EU, ROSENILDA ROCHA MOURA, brasileira, solteira, agente de segurança e gestão ambiental, cpf 021166817-66,Sito á Rua Professor Silvio Elia - 43 -A- Santa Luzia - Vargem Pequena - Rio de Janeiro, com conhecimento corporativo e investigativo, fiz buscas da verdade sobre este processo supra,ouvi pessoas,  e venho me manifestar, pois a dois anos estamos fazendo um trabalho de recuperação ambiental no local  conhecido como LOTE 46 e abaixo envio razões de tamanha inportancia a Vossa Excelência, para que a justiça de fato prevaleça e que não seja usada para favorecimento de  empresários supostamente influentes.
1- Toda a lide gira em torno de um suposto contrato de comodato envolvendo o falecido Senhor Oscar Guimarães, que residia no Sitio 46, donde tirava seu sustento e das demais pessoas que tambem ali plantavam e tinha criações de animais para o pequeno giro da renda rural familiar.
2- A Ibrata e seus outros nomes e razões sociais, tem uma propriedade de exploração, que fica a mais de 5 km do lote 46, pois a entrada da empresa fica na Estrada dos Bandeirantes, Vargem Pequena - Rio de Janeiro. Sendo o lote 46 confrontante de fundos destas terras.
3- É  sabido por todos, que o falecido Senhor Oscar Guimarães, trabalhou para a empresa e foi lesado pelo departamento  juridico que aproveitando de seu pouco  conhecimento em leitura, passaram um documento dizendo ser recisão contratual trabahista e  após usaram a assinatura para formular uma farsa. O Sitio 46, localizado na estrada Boca do Mato, sempre possuiu cadastro no INCRA, ITR5.398.912-0.
4- a 42 DP, no ano de 2014, chegou a ouvir testemunhas residentes no Lote 46, para apurar tais verdades, pois o assedio da Ibrata enviando segurança paralela e supostos fiscais para inibir os residentes locais, constuiu um documento junto ao MPRJ-Tutelas Coletivas para averiguação penal. Protocolo 192-044, analisada pel 7 CAOP - Promotora de Justiça Dra Claudia Virgolino.
5- É certo afirmar que existe uma população residente no lote 46, donde são familias honestas dignas e que se organizaram por via de associação de moradores Vivenda dos Guimarães, e manifestam uma ação  0016.354-36.2012.8.19-0209, cumprindo para o ano exigencias do MP.
6 - Esta comunicação, participa a este nobre órgão, a importancia da verdade, pois o processo é improcedente em sua inicial, pois trata-se de uma falsidade documental, usando má fé, pelas condições do trabalhador,ora falecido e representado pela Sra Ana Lucia Lemos e Sr Gabriel Henrique Guimarães.
7- Baseando na Constituição do Brasil, sabemos que a Justiça é feita para todos, e que não pode haver dúvidas quanto a verdade, e no caso em questão, informações que não foram salientadas até sua limpida face, devem ser valorizada pelo nobre Ministério Publico.
8- A atitude, não é somente minha, porém representa todos os moradores do lote 46, digo todos no sentido humano e no sentido de fauna, flora e todo o contexto de empenho em recuperarmos o ecossistema local, pois já tomamos atitudes de educação através de biodigestor, agora com o projeto do "Bosque Oscar Gumarães", recuperando árvores e preservando espécies extintas, com recursos pequenos dos moradores, pois são todos pessoas humildes,pessoas com renda abaixo de 4 salários mínimos, porém preocupados com os recursos hidrícos do planeta e com a qualidade do nosso ar.
Pedimos:
Que vossa excelência, tenha em seu momento o esclarecimento moral deste ato tão grave que vim a expor, pois a maioria dos moradores tem medo das ameaças e não querem colocar seus nomes, e mediante a tudo isto, não vou temer, pois sei que estamos do lado da verdade e estamos fazendo uma constução democratica e de união, e por ainda acreditar numa justiça sem máculas,
que seja revisado o processo com todo seu rigor, pericial, testemunhal,
pois é lícito e procedente.
Na certeza da mais salutar decisão
Peço em nome de todos os envolvidos com o lote 46, deferimento.

Rio de Janeiro, 12 de dezembro 2014.

Rosenilda Rocha Moura -
Agente de Segurança e Gestora Ambiental

  N° protocolo: 295796
  Pessoa: Física Lesão aos Direitos Humanos: Sim
  Nome: Os dados do comunicante foram propositalmente inibidos
  Local do Fato: estrada boca do mato lote 46 - VARGEM PEQUENA - RIO DE JANEIRO - RJ - CEP: 22.780-235 - Ponto de Referência: apos Estacio de Sá
 




quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Recuperação ambiental - Projetos especiais com ART - Rosenilda Rocha Moura - Sophye.

Quando falamos em recuperar um local, isto parece ser um ato muita das vezes doloroso.
A recuperação implica em planejamento e estudos dos impactos medianos, pequenos e dos avançados.

No Brasil, a prática de recuperar um espaço para melhorar o ciclo da vida, tem dado passos pequenos e lentos.

a raça humana, ainda não se deu conta de que não são prioridade na residencia da terra. Devemos através da educação iniciática em todo o planeta, de forma simples, educar as crianças para a realidade do convívio com todos os moradores do planeta e que as atitudes dos pássaros, das cobras, das águas, são de manutenção da vida.

O ser humano, tem sido o predador e o consumidor das verdades.
As explorações alucinadas pelo poder politico e pela suposta fala de desenvolvimento tem refletido de forma negativa na saúde humana e no ciclo da vida.

O absurdo das propinas vem estreitando áreas de importancia biológica, e nós não poderemos mais nos calar.
O crime inicia pelo setor da educação infantil.
Assim que vejo o passo para recuperarmos o nosso planeta.

Águas subterrâneas -definição de Outorga- Rosenilda Rocha Moura - Delegacia Meio Ambiente - ILAPA (Sophye Baginski)




Segundo o dicionario Aurélio outorga é o ato ou efeito de outorgar; consentir; podendo ser uma concessão de um serviço, por exemplo; aprovação, ou o beneplácito de consentir algo em favor de outrem.
A palavra pode ser usada no sentido de dar, conceder, conferir (um mandato político, por exemplo). A outorga pode dar por direito qualquer bem, ou conferir o direito de executar algo ou conceder um direito. As escrituras públicas são exemplo de outorga.
Nos casos de águas superficiais e subterrâneas (poços caipira, profundos e jorrantes) é necessário contratar um profissional com competência (exemplo Geólogo, Engenheiro Agrônomo, etc.) para dar entrada no "Requerimento de Outorga" de uso de recurso hídrico, junto ao órgão competente, advindo de um plano de utilização deste recurso hídrico com base em estudos. O órgão competente analisará e expedirá o referido documento (Outorga) sendo o empreendimento compatível.
A palavra outorgar difere se no direito de oferecer, conceder um prazo privilegiado em questões bancarias. Das quais são utilizadas no Balanço de Pagamento que o Banco Central venha a exigir.
Egeologia considera-se água subterrânea toda aquela água que ocupa todos os espaços vazios de uma formação geológica, os chamados aquíferos.
As águas subterrâneas sao formadas pelo exendente das águas das chuvas .
Nem toda água que está embaixo da terra é considerada como água subterrânea por haver uma distinção daquela que ocupa o lençol freático, que é chamada de água de solo e tem maior interesse para a agronomia e botânica.
Um maciço rochoso ou um solo argiloso, pode servir de leito para as águas subterrâneas, pois permitem que ela se acumule e elimine todos os espaços vazios do solo.
Em geral, as águas subterrâneas são armazenadas ou em rochas sedimentares porosas e permeáveis, ou em rochas não-porosas, mas fraturadas. Neste último caso, as fraturas geram um efeito físico similar ao da permeabilidade. Um caso menos frequente é o das rochas calcáreas, nas quais até mesmo a baixa acidez das águas da chuva é capaz de abrir verdadeiros túneis, por onde flui a água subterrânea.
A maior reserva de água doce do mundo se encontra nas geleiras (quase 70 %) seguida pela existente no subsolo (quase 30%). representando esta última cerca de 90% do total de água doce disponível para consumo humano.
Uma das maiores reservas de águas subterrâneas do mundo é o famoso Aquífero Guarani, que ocupa o subsolo do nordeste da Argentina, centro-sudoeste do Brasil, noroeste do Uruguai e sudeste do Paraguai.