ABRASOL - Agência Brasileira de Aprendizagem e Soluções

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

HOLD SECRET -Sophye Baginski






HOLD SECRET - Sophye Baginski








The person you secretly


that invades my soul for the whole day,


by my secret desires


my new ideas.


To thee eternal beauty


constant search for the impossible.


In your eyes full of mysteries.


To your mystical language and ice cream.


As your photo and your smile.


With my heartfelt speech;


one that conducts electrons.


To your beautiful eagle eye


and thy voice of a wolf.


At our meeting late and secret


mysterious temple in the dream.


Even when I'll be waiting for you?


If this field


I am content to look at you and admire you.


I love my own folly in having you.


How do you prove it?


How do you love?


As this matter of loving touches and desires?


Until my ego to bear


such a distance?


By birth and death wins.


Freed by his crimes.


By secret trials.


By winged horses of our love.


Once your eyes got real


staring me in your Slavic language.


Your skin reddened by the cold


and your teeth straight.


For your knowledge and your secret.


For my natural farce!


Ah!


Everything makes me be a lover


this thesis Secret Intelligence.


I look to you for all time


deep in hopes of peace.

poema - Sophye Baginski

ESPERA SECRETA


Sophye Baginsky



A ti pessoa secreta

que invade a minha alma por todo dia,

pelos meus desejos secretos

minhas novas idéias.

A ti beleza eterna

busca constante do impossível.

Aos teus olhos cheios de mistérios.

Aos teus idiomas místicos e gelados.

À tua foto e ao teu sorriso.

Com minha profunda fala;

aquela que conduz elétrons.

Aos teus belos olhos de águia

e à tua voz de lobo.

Ao nosso encontro tardio e secreto

no misterioso templo do sonho.

Até quando estarei esperando por ti?

Se nesta matéria

contento-me em olhar-te e contemplar-te.

Amo minha própria loucura em ter-te.

Como te provar?

Como te amar?

Como te amar nesta matéria de toques e desejos?

Até quando meu ego suportará

tamanha distância?

Pelos nascimentos e vitórias de morte.

Pelos libertos de seus crimes.

Pelos julgamentos secretos.

Pelos cavalos alados do nosso amor.

Assim tenho teus olhos verdadeiros

fitando-me em teu idioma eslavo.

Tua pele avermelhada pelo frio

e teus dentes certinhos.

Pelo teu saber e teu segredo.

Pela minha farsa natural!

Ah!

Tudo faz de mim um ser amante

desta Tese de Inteligência Secreta.

Aguardo-te por toda época,

em profunda espera de paz.